Anuncie Aqui

Web Rádio  Raphael Belo Xote

Suspeitos de matar homem que teria declarado voto em Bolsonaro são conduzidos ao DHPP

Resultado de imagem para DHPP

Quatro pessoas foram conduzidas nesta terça-feira, 30, à sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O quarteto é suspeito de envolvimento na morte de homem de 40 anos, que aconteceu nesta madrugada, na comunidade da Babilônia, no bairro Passaré. Ele teria afirmado que votaria no então candidato Jair Bolsonaro (PSL).

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a vítima foi morta em um matagal. Mais cedo, a pasta havia informado que um casal foi preso, entretanto, por meio de nota enviada ao O POVO Online às 17h29min, o órgão confirmou a condução dos quatro suspeitos à DHPP.

Em vídeo, um dos suspeitos confessou o assassinato do homem por ele ser eleitor de Jair Bolsonaro (PSL), presidente eleito no último domingo, 28. Ele diz que a vítima foi torturada com tiros e golpes de faca. Além disso, teve a cabeça decapitada e outras partes do corpo decepadas.

No momento do crime, a esposa da vítima encontrava-se na residência, que foi invadida pelos criminosos. O POVO Online opta por não divulgar o nome da vítima para preservar a família de possíveis riscos.
 
A SSPDS não se pronunciou sobre o motivo do crime. Foi instaurado inquérito policial para investigar as causas do homicídio. O procedimento está sendo realizado no 7º DHPP.

 
fonte:Redação O POVO Online 

Tecnologia do Blogger.