Anuncie Aqui

Web Rádio  Raphael Belo Xote

Balanço policial: Fim de semana no Cariri com três homicídios e uma morte em acidente de trânsito

Caiu de cinco para quatro o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri, lembrando que o anterior foi o feriadão da Semana Santa. Neste, foram três homicídios e uma vítima fatal em consequência de acidente de trânsito com dois corpos de Juazeiro e os demais de Araripe e Barbalha. Duas mortes ocorreram no sábado e outras duas neste domingo. 

Por volta das 02h30min da madrugada de sábado, na Rua Terezinha Alves da Silva perto de uma chácara (Frei Damião) em Juazeiro, foi morto a tiros nas costas e na cabeça o ex presidiário Emanuel de Messias Moura, de 22 anos. A vítima respondia seis procedimentos que tramitavam em segredo de Justiça, a partir de 2013 e já na sua maioridade por crimes que incluem arrombamento, ameaça, assaltos e porte ilegal de arma de fogo.

Já às 17 horas ainda deste sábado morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro do Norte o agricultor Francisco Edvan de Almeida, de 51 anos de idade. Ele residia na Rua Maria Soledade no Sítio Riacho Grande na zona rural de Araripe e estava internado desde que sofreu um acidente com motocicleta em seu município. 

Aos 30 minutos da madrugada deste domingo foi encontrado o corpo de João Gomes dos Santos, de 62 anos, de bruços sobre o fogão de sua casa na Vila Boa Esperança no chamado Corredor II na zona rural de Barbalha. O mesmo apresentava várias perfurações à faca, estava com bastante sangue em sua volta e não tinha passagens pela polícia. O caso está envolto em mistério e existe vaga suspeita inicial apontando para a possibilidade de um crime de latrocínio o que está sendo investigado.

Uma hora e meia depois morreu no HRC em Juazeiro Odailo Pedro Bernardino, de 49 anos, que residia na Rua Antonio Saraiva Landim (Frei Damião) e foi lesionado com dois tiros de espingarda no braço e abdômen no dia 13 de abril no cruzamento das ruas Antônio Sobreira Guedes e Valter Menezes Barbosa (Triângulo). 

Ele apontou como autor dos disparos uma pessoa que conhece apenas pelo nome de “Robinho”. Odailo era acusado de furtos e contravenção penal em Jardim e Juazeiro.

Fonte: Site Miséria 
Tecnologia do Blogger.